Chester Bennington, vocalista do Linkin Park é encontrado morto nos EUA
Cantor tinha 41 anos e deixa esposa e seis filhos.

O vocalista da banda de rock Linkin Park, Chester Bennington foi encontrado morto por volta das 9h desta quinta-feira (20), aos 41 anos, conforme uma fonte policial informou à agência Associated Press. De acordo com o site TMZ, o músico cometeu suicídio por enforcamento em uma residência privada em Palos Verdes Estates, no Estado da Califórnia, nos EUA.

O cantor lutou por anos para se livrar da dependência de drogas e álcool. Em entrevista no ano passado, Bennington admitiu já ter pensado em suicídio por ter sido abusado quando criança, por um homem mais velho, além de ter sofrido bullying na infância pelo modo de se vestir e pela magreza.

Chester integrava a formação do Linkin Park desde 1999, e colecionou hits à frente da banda como In The End, Crawling, With You, Numb, Faint, Somewhere I Belong, entre outros. As respectivas faixas fazem parte dos dois discos de maior sucesso do grupo: Hybrid Theory (2000) e Meteora (2003).

O último disco lançado pelo Linkin Park foi One More Light, em maio deste ano, pelo qual o grupo fazia turnê pelos Estados Unidos e tinha shows marcados até o mês de outubro. Na tarde desta quinta-feira (20), a banda lançou o clipe oficial de Talking To Myself, faixa que faz parte do recente trabalho. Confira o vídeo a seguir:

Chester Bennington deixa esposa e seis filhos. Ele era amigo bastante próximo do cantor Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e Audioslave, morto em maio também por enforcamento.

No Twitter, Mike Shinoda, parceiro de Chester no Linkin Park lamentou a morte do vocalista.

“Chocado e com o coração partido, mas é verdade. Uma declaração oficial vai sair assim que tivermos uma.”

Foto: reprodução/NME.com.

Vinicius Martins

Editor da Revista Factual, jornalista em formação, cristão, músico, entusiasta da música e designer gráfico. Gosta de ler, tocar violão, bateria e curtir bons sons. Um apaixonado por Goiânia e seus encantos. Motivado pelo aprendizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *