Como se preparar para avançar no mercado de trabalho em 2017?
Estabelecer objetivos, manter seu networking ativo e se manter otimista são algumas das dicas da Cyndia Bressan, especialista em Gestão de Carreira.

Começo de ano, vida nova! É assim que muitas pessoas iniciaram a jornada de 2017. E com tantas expectativas para que este ano seja melhor que o passado, principalmente em relação ao mercado de trabalho, se torna fundamental sair da zona de conforto e traçar possíveis caminhos para alcançar os seus objetivos profissionais.

Para se manter motivado nesse processo, a coordenadora do curso de MBA em Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Coaching do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), Cyndia Bressan, dá a dica: não fique prezo nas coisas que deram erradas no passado. “Se por acaso você não conseguiu mudar de emprego ou obter a tão sonhada recolocação no mercado, em vez de se desesperar, procure retomar seus contatos profissionais para manter o seu networking ativo, pois nunca se sabe quando alguém te ajudará a conseguir uma nova oportunidade”, orienta.

Para abrir ainda mais esse leque de possibilidades e avançar no mercado, a especialista sugere ainda investir em qualificação. “Faça uma pós-graduação, cursos de curta duração, aceite novos desafios profissionais, mesmo que não traga retorno financeiro de imediato. O importante mesmo é estar atualizado com o seu segmento de mercado”, afirma.

Cyndia observa ainda que os processos de recrutamento tendem a continuar rigorosos neste ano e as exigências que poderão definir uma possível contratação devem ser mais altas. “A ideia é encarar o desafio e apresentar diferencias para que as empresas te vejam como um profissional promissor”, sugere.

E além de estar preparado intelectualmente, é preciso ser otimista, garante Cyndia. “Lembre-se: ter fé e acreditar que o seu esforço vai valer a pena pode te aproximar dos seus objetivos. E mesmo que algo não ocorra da forma que você previa, em vez de se abater, pense que talvez aquilo não era o melhor naquele momento, ou que determinada empresa não se adequava ao seu perfil profissional (ou vice-versa). Desta forma, é muito mais fácil seguir em frente e se preparar para novas experiências”, sugere.

Por fim, a professora do IPOG considera que o processo de estabilização do mercado ainda deve levar algum tempo e que 2017 será o ano dos profissionais que se destacam, por isso é fundamental estar preparado para driblar a concorrência.

Redação

Revista Factual

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *