Pokémon GO é a nova febre que está dominando os mundos real e virtual
Realidade virtual, monstrinhos de bolso e milhões de jogadores conectados.

A tecnologia sempre nos surpreende com novidades. E a mais nova mania é o jogo de realidade aumentada Pokémon GO, produzido pela Niantic Labs. O game foi lançado oficialmente no início deste mês e bateu recordes de downloads na AppStore, com mais de 21 milhões de downloads. Ao todo, estima-se que mais de 40 milhões de usuários estejam conectados nas localidades onde Pokémon Go já foi liberado: alguns pontos da América Latina, Austrália, Nova Zelândia, Bélgica, Canadá, Alemanha, Espanha, França, Itália, Holanda, Portugal, Rússia, Irlanda, Reino Unido e Estados Unidos.

Desde seu lançamento, o jogo já protagonizou situações inusitadas que vão desde um jogador que deixou seu trabalho e sua vida social para dedicar-se exclusivamente a ser um treinador de Pokémons até pessoas abandonarem seus veículos em praça pública ao notarem na tela de seus smartphones um bichinho a ser capturado, gerando caos total no trânsito. E as peripécias não param por aí! Existem relatos um pouco mais pesados, como o de uma jogadora de Wyoming, nos Estados Unidos que durante uma caçada, encontrou um cadáver de um homem em um lago, supostamente morto por afogamento.

Apesar das situações estranhas vivenciadas pelos aspirantes a treinadores, os downloads seguem em curva crescente e devem ser impulsionados ainda mais quando Pokémon GO for lançado em outros países. No Brasil, por exemplo, o jogo ainda não está disponível. Entretanto, esta situação deve se resolver em curto prazo, pois de acordo com o portal MMO Status, os servidores do game no Brasil já estão prontos para a ativação.

POKÉMON GO: ENTENDA COMO FUNCIONA

telas-pokemon-go

Pokémon GO é um jogo baseado na utilização de uma plataforma denominada “Real World Gaming”, desenvolvida pela Niantic. Esta plataforma combina a tecnologia de localização móvel e realidade aumentada para criar uma experiência única que motiva os jogadores a ir para fora e explorar o mundo ao seu redor, ou seja, interagindo com a realidade, pois, para a obtenção de alguns itens, o jogador necessitará visitar fisicamente os locais indicados, como o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, por exemplo.

Para capturar Pokémons selvagens, os jogadores deverão explorar os arredores de acordo com suas espécies. De maneira prática, isso significa que Pokémons selvagens só aparecem em seus ambientes nativos, sendo que Pokémons aquáticos naturalmente só poderão ser vistos perto de lagos e oceanos.

O jogador precisará realizar uma caminhada em uma quantidade específica para chocar os ovos que previamente adquiriu. Estes ovos podem revelar novos Pokémons. Quanto maior o avanço, mais crescerá como treinador e maiores são a chances de conseguir itens especiais, como Pokébolas que podem ser adquiridas nos PokéStops, localizados em lugares interessantes, tais como instalações públicas de arte, locais históricos, museus e monumentos.

Também haverá batalhas. Os jogadores serão incentivados a participar de uma das três equipes para competir sobre a posse dos ginásios. Eles vão fazer isso colocando seus Pokémons capturados em ginásios amigáveis ou para lutar com Pokémons do adversário no ginásio do time oposto. Ginásios – assim como PokéStops – também são encontrados em locais específicos no mundo real.

Participe da nossa enquete e dê sua opinião sobre a febre do Pokémon GO ao redor do mundo. Na lateral direita da página, você pode marcar a alternativa e votar. Vote agora!

Vinicius Martins

Editor da Revista Factual, jornalista em formação, cristão, músico, entusiasta da música e designer gráfico. Gosta de ler, tocar violão, bateria e curtir bons sons. Um apaixonado por Goiânia e seus encantos. Motivado pelo aprendizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *