Ser mulher: muito mais do que um dia para lembrar… uma vida inteira para valorizar
Por Veridiana Martins, para o Polideias da Revista Factual.

Eu poderia iniciar este texto, dando inúmeros motivos, pelos quais as mulheres merecem este dia para homenageá-las. No entanto, o meu intuito é enfatizar que ser mulher é uma tarefa exercida durante todos os dias do ano.

Todos os dias, milhares de mulheres acordam cedo, para irem ao trabalho, pegam ônibus, deixam seus filhos na creche, para que possam trabalhar para dar a eles o sustento que precisam. Outras levantam, pegam seus carros e deixam seus filhos na escola, para também ir ao trabalho. Umas casadas, outras não. Por vezes o caminho pós-trabalho, se estende até a faculdade ou não. Negras, brancas, ruivas, loiras, de cabelo liso ou de cabelo afro. Algumas exercem cargos de chefia, outras por falta de oportunidade de estudo, trabalham de domésticas, afinal, não importa qual seja a profissão, ela dignifica o ser humano. Umas altas, outras baixas, algumas mais gordinhas outras mais magrinhas. Muitas acordam cedo para lutar pelo direito da igualdade de gênero, dando suas caras à tapa, se impondo e se empoderando todos os dias para que não sejamos desvalorizadas em nenhum lugar, e a vocês, quero deixar meus agradecimentos e a eterna gratidão de nós mulheres, se não fosse por essa luta, eu não poderia nem estar aqui escrevendo este texto. Mas também quero destacar as que optam por ser mais conservadoras de suas tradições, sabe por quê? Porque a mulher tem o direito de fazer o que ela quiser.

Mas o intuito mesmo de destacar tantas diferenças, e mostrar que independente de qualquer coisa, seja cor, classe social, opção sexual ou forma física, merecemos ser tratadas todas com respeito e dignidade. Nós mulheres estamos de parabéns pelo importante papel desenvolvido por nós durante todos os dias do ano, porém hoje, dia 8 de março é o dia do reconhecimento que nem sempre recebemos. Feliz dia da mulher!

veridiana-martins

Artigo por: Veridiana Martins da Rocha
21 anos, nascida e criada em Goiânia. Estudante de Engenharia de alimentos. Cristã protestante e apaixonada por música.

Polideias Factual

A pluralidade de pontos de vista inteligentes. Mande seu artigo para nós também. Este é o seu espaço! polideias@revistafactual.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *