Projeto de lei que torna pit dogs Patrimônio Cultural Imaterial de Goiás é aprovado

Matéria visa assegurar o lazer e o costume dos goianienses, ao regulamentar o tombamento desses estabelecimentos no Estado

0
Patrimônio Cultural Imaterial de Goiás, pit dogs Patrimônio Cultural Goiás, pit dogs Patrimônio Cultural, projeto pit dogs Goiás, pit dogs Goiás
Foto: reprodução/Instagram/@sanduicheriaviniciusburgers

Em sessão ordinária realizada nesta quarta-feira (9), pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), foi aprovado em definitivo o projeto que decreta a gastronomia e cultura dos pit dogs goianos como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Goiás.

A matéria, de nº 2028/20, é de autoria da deputada Delegada Adriana Accorsi (PT) e foi aprovada por 25 votos a zero. A parlamentar argumenta que o período tem sido crítico para proprietários desses estabelecimentos, que se veem ameaçados pela abertura de licitação, proposta por ação movida pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), em que os food trucks, principalmente vindos de outros estados, poderão ocupar os locais das tradicionais lanchonetes goianas e que, por isso, se perca parte da cultura de Goiás.

Dessa forma, o objetivo da medida é garantir o direito de milhares de cidadãos que tiram dos pit dogs o sustento de suas famílias, e ainda assegurar o lazer e o costume dos goianienses, ao regulamentar o tombamento desses estabelecimentos em Goiás.

Atualmente, 1.602 pit dogs estão registrados no Sindicato de Proprietários de Pit Dogs em Goiânia (SindPit-Dog), sendo que há mais de 2.500 em todo o Estado. A deputada lembra que a terminologia ‘pit dog’ foi reivindicada como uma invenção goiana, que é parte da história das mais de cinco décadas das lanchonetes que ocupam praças e avenidas.

O que pensa a categoria?

Para Ademildo Godoy, presidente do SindPit-Dog e vice-presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), o projeto de lei que torna pit dogs Patrimônio Cultural Imaterial de Goiás traz respeito, reconhecimento, valorização e credibilidade ao setor. Ele reforça que a medida ainda garante a renda e a preservação dos empregos desses profissionais.

“Pit dog é tradição, é cultura. Precisa de know-how e aptidão. É algo muito artesanal. E uma licitação acabaria com a grande maioria desses pit dogs”, afirmou Godoy, em entrevista à Factual, ao comentar a licitação proposta pelo MP-GO.

De acordo com o presidente do Sindicato, mesmo com a aprovação do texto na Assembleia Legislativa, a categoria espera que o governador Ronaldo Caiado (DEM) e as prefeituras fomentem investimentos para as lanchonetes. E afirma que a comemoração ocorrerá somente quando todos estes estabelecimentos estiverem legalizados.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui