Evento debate depressão entre mulheres nesta sexta-feira (6), em Goiânia

Assunto será discutido por especialistas durante bate-papo em formato talk show

0
Há Graça em Ser - Mulher, Órion Shopping, Instituto Curados Para Curar, Dia Internacional da Mulher, depressão entre mulheres
Da esquerda para a direita: a psicóloga Ana Lídia Agel, a empresária Leandra Fleury, a psiquiatra Loraine Cruvinel e a doutora em psicologia Lúcia Kratz são algumas das convidadas do bate-papo 'Há Graça em Ser - Mulher'. Foto: divulgação/montagem Revista Factual

O Órion Shopping recebe nesta sexta-feira (6), às 19h30, o bate-papo ‘Há Graça em Ser – Mulher’. Realizado pelo Instituto Curados Para Curar, o evento celebra o Dia Internacional da Mulher e propõe a discutir a liberdade de escolha da mulher contemporânea para se tornar quem deseja ser, independente de rótulos. “O objetivo é mostrar que com saúde física, mental e emocional, é possível se libertar de julgamentos e viver de forma feliz”, explica Mauriane Castro, presidente do Instituto.

A roda de conversa será mediada pela jornalista Quezia Ramos e terá as participações da psicóloga Ana Lídia Agel, atuante há 14 anos na área familiar com terapia de casal, da psiquiatra Loraine Cruvinel, da doutora em psicologia Lúcia Kratz, da consultora de moda e etiqueta Edna de Moura, da coach Daiane Gonzaga, da advogada em direito médico e compliance em saúde Caroline Santos, da empresária Leandra Fleury e da cantora Eveny Sipião.

O ‘Há Graça em Ser – Mulher’ integra o master projeto Princesas Restauradas, que busca atender mulheres em situação de vulnerabilidade, que precisam de apoio para recomeçar suas vidas e dar a elas, condições de conquistar um futuro melhor.

As inscrições são limitadas e devem ser feitas pela plataforma online Sympla. Para participar é preciso levar um pacote de cinco quilos de arroz.

Dados sobre a depressão

De acordo com um estudo feito pela Divisão de Psiquiatria da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, e publicado no portal eletrônico neuroscience.ubc, a depressão é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o mal do século e afeta duas vezes mais as mulheres, que os homens. Entre as principais causas da patologia, estão a hereditariedade e fatores ambientais, que incluem acúmulo de trabalho, pressão social e problemas hormonais.

Outro estudo, comandado por psicólogas da faculdade de medicina da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, publicado pela revista científica Ciência & Saúde Coletiva, concluiu que dentro de um conjunto de queixas somáticas, o transtorno mental comum é mais elevado nas mulheres do que nos homens, sendo a depressão o mais presente entre elas e responsável pela perda da qualidade de vida de jovens entre 15 e 24 anos.

De acordo a análise que avaliou 174 publicações, de 1980 a 2013, de 63 países de alta, média e baixa renda, 17,6% dos adultos apresentaram transtornos mentais comuns nos últimos 12 meses, entre as mulheres essa prevalência foi de 19,7%.

Embora o problema seja tratado pela OMS como pandemia, em países de baixa e média renda, entre 76% e 85% das pessoas com um distúrbio psíquico, não recebem tratamento, entre eles para depressão.

Sobre o Instituto

O Instituto Curados para Curar é uma organização não governamental (ONG) que tem a finalidade de apoiar projetos na captação de recursos. Além disso, disponibiliza cursos e treinamentos para capacitação das pessoas envolvidas nestes projetos, servindo como uma rede de apoio com lideranças locais e de ligação com empresas e parceiros.

O talk show ‘Há Graça em Ser’ consiste em uma série de eventos sequenciais, cada um com um tema, e que integra a programação do instituto.

SERVIÇO

Há Graça em Ser – Mulher

Quando: sexta-feira, 6 de março de 2020
Horário: A partir das 19h30
Onde: Órion Shopping, 1º andar – Avenida Portugal, nº 1148, Setor Marista – Goiânia/GO

Entrada: 5kg de arroz

Inscrição online: Sympla

Classificação: Livre

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui