Wendell Lira: a vitória da humildade

0
Wendell-Lira

Ele conseguiu! Com respeito, humildade e fé, Wendell Lira assinou seu nome entre os grandes do futebol. Vencedor do Prêmio Puskás na categoria de gol mais bonito, Lira, em premiação que aconteceu nesta segunda-feira, 11, desbancou ninguém menos que Lionel Messi, do Barcelona, eleito em outra categoria: a de melhor jogador do mundo e detentor da Bola de Ouro. O outro concorrente de Wendell na disputa era o italiano Alessandro Florenzi, do Roma.

A vitória de Wendell Lira é a vitória de todos nós, brasileiros – especialmente goianos. É a vitória do futebol goiano que mostra timidamente sua expressão. Mas, acima de tudo, é uma vitória de Wendell mesmo. Uma questão de superação pessoal, de vencer gigantes. E tal analogia não poderia ser melhor aplicada. Aliás, foi exatamente a forma que o jogador utilizou para exemplificar o fato de ter chegado até ali. Ao receber o prêmio, Lira citou a história bíblica de Davi x Golias. Em resumo das palavras do craque: “alguns diziam que Golias era muito grande, não tinha como ganhar”. Davi olhava e pensava: “ele é muito grande, não tem como errar”. E concluiu: “é assim que devemos agir diante dos problemas”.

Problemas – assunto que Wendell Lira tem propriedade para falar. Contusões, lesões, entre outros, quase o afastaram definitivamente do futebol. Em conversa com o irmão, Thales, chegou a cogitar a possibilidade. Antes de conquistar projeção mundial através do gol que mudaria sua vida, pelo Goianésia em jogo contra o Atlético, virava-se como podia. Sendo casado e pai, teria que “dar um jeito”. Foi exatamente o que aconteceu. Trabalhos na lanchonete da mãe e na empresa de panos de um amigo foram algumas das soluções temporárias. Tempos difíceis, inclusive, de fome durante o período em que o jogador ficou desempregado.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”PRÊMIO PUSKÁS” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]

Após passagens pelo Goianésia e Tombense, foi dispensado. Sua sorte começou a mudar a partir do dia 6 de novembro, quando soube por familiares e amigos que estava entre os autores dos 10 gols mais bonitos selecionados pela FIFA. A data marcou inclusive, a assinatura do contrato de Wendell Lira com o Vila Nova-GO. No dia 30 de novembro, veio a confirmação que seu lance estava na final, concorrendo com mais dois: o de Lionel Messi e de Alessandro Florenzi. Começava então, uma corrida frenética em busca de votos.

Até que chegou o grande dia: 11 de janeiro de 2016, uma segunda-feira. Apesar de muitas palavras – por vezes contrárias, Wendell estava ali. Como ele mesmo diz: conhecendo seus ídolos no futebol, os quais só conhecia por videogame. E veio o resultado: Wendell Lira foi o ganhador do prêmio de gol mais bonito da competição. A porcentagem? 46,7% da preferência do público contra 33,3% de Messi e 7,1% de Florenzi, em um total de 1,6 milhão de votos. Visivelmente emocionado, o jogador agradeceu à Deus, à família, à nação brasileira e, especialmente, sua esposa, Ludymila Miranda e sua filha, Marcela. Ao final de seu discurso, agradeceu à todos.

Wendell volta ao Brasil nesta terça-feira, pronto para iniciar os trabalhos de preparação para o Campeonato Goiano 2016. A recepção deve ser calorosa por parte da torcida colorada. Em Goianésia, Lira ganhará uma estátua da prefeitura da cidade representando o lance do gol. A estátua ficará em frente ao estádio Valdeir José de Oliveira. Ele também será recebido como cidadão honorário do munícipio de 64 mil habitantes, localizado a 174 km de Goiânia. A prefeitura ainda negociou junto aos Correios o lançamento de uma série especial de selos com a imagem do gol do craque.

Veja o vídeo do momento em que resultado é anunciado.

Nota: A Revista Factual, como uma publicação goiana, parabeniza e agradece Wendell Lira pela conquista do título de gol mais bonito. E que tal façanha possa motivar os jogadores atuais – e os novos também, a acreditarem e buscarem tais resultados. E principalmente, a exemplo de Wendell, que possam sempre manter a humildade e o desejo de superação. Estamos na torcida pelo futebol goiano sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui