Pesquisa do Procon Goiás aponta variação de até 398% em produtos da ceia de Natal

Levantamento constatou aumento médio de 23,68% nos preços das frutas e de 16,31% em carnes/aves. Individualmente, pernil suíno sem osso registrou aumento médio de 59%

0
Procon Goiás, Pesquisa Procon Goiás, Pesquisa Procon Goiás ceia de Natal, produtos da ceia de Natal, variação de até 398%
Foto: reprodução/Pexels

O Procon Goiás apresentou nesta segunda-feira (21), uma pesquisa de preços dos itens para o preparo da tradicional ceia natalina. Os pesquisadores visitaram 14 estabelecimentos de Goiânia, como supermercados e atacadistas, entre os dias 7 e 18 de dezembro, e coletaram preços de 109 itens tradicionais a exemplo de castanhas, frutas, panetones, peru, chester, tender, lombo, pernil, bacalhau, azeites e bebidas em geral.

De acordo com o órgão, considerando os preços médios de todos os itens que figuraram no levantamento do ano passado e permaneceram no atual, o consumidor goianiense terá que pagar neste ano, em média, 14,32% a mais nas compras dos itens da ceia de Natal, mas dependendo do tipo de produtos, o peso será ainda maior.

Por categoria, as frutas frescas e carnes/aves, registraram um aumento médio de 23,68% e 16,31%, respectivamente. Já em relação aos panetones, o aumento médio foi de 2,82%. Individualmente, o aumento em alguns casos foi impressionante.

Confira algumas destas variações na tabela a seguir:

Tabela com preços verificados pelo Procon Goiás. Foto: reprodução

Variação de até 398%

Segundo o Procon Goiás, no caso das frutas, é natural uma variação muito grande nos preços, devido aos dias de promoção de hortifrúti, que fazem com que a elevação seja expressiva, considerando preços em dias promocionais ou normais.

Porém, o levantamento identificou maior variação no quilo da maçã gala, cujo menor preço encontrado foi de R$ 2,99 e o maior R$ 14,90. Nesse caso, o aumento constatado é de 398,33%.

A pesquisa completa pode ser conferida no site do Procon Goiás.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui