Prefeito de Aparecida pede equilíbrio e fala em fechar comércio novamente, caso orientações não sejam seguidas

Gustavo Mendanha anunciou a liberação do funcionamento de 82% das atividades econômicas no município a partir desta terça-feira

0
Prefeito de Aparecida, coronavírus aparecida de goiania, comercio em aparecida de goiania, liberação do comercio em aparecida, gustavo mendanha aparecida de goiania
O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, em live na manhã desta segunda-feira (27). Foto: reprodução

Na manhã desta segunda-feira (27), o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha e o secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, anunciaram as novas medidas adotadas pelo município para conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19).

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

Por meio de live transmitida nas redes sociais da Prefeitura foram apresentadas as ações para o combate à pandemia na cidade, as quais foram prorrogadas por mais 30 dias, conforme decreto que prevê ainda, a liberação do funcionamento de 82% das atividades econômicas na cidade a partir desta terça-feira (28).

“Nós prorrogamos por mais 30 dias todas as medidas ao Covid-19. O trabalho que é feito pelas secretarias continua. A partir desse decreto que publicamos, vamos permitir a abertura de alguns comércios, mas é importante frisar que tem uma série de critérios, normas e diretrizes que tem que ser seguidas”, afirmou Gustavo Mendanha.

O prefeito esclareceu que vai solicitar aos secretários o reforço na fiscalização. Em caso de desrespeito às medidas, Mendanha ressaltou que o comércio poderá ser fechado novamente.

“Andei nas ruas e tem muito comércio aberto. Estamos finalizando a plataforma para assinar o alvará. A pessoa tem que assinar um termo que assume o compromisso com a ordem e equilíbrio. Se as pessoas não seguirem as orientações, nós estaremos fechando estes comércios e cassando os alvarás dessas empresas. Nós não podemos perder o equilíbrio e, principalmente, termos um descontrole como eu tenho visto nesses últimos dias”, disse o prefeito.

Segundo o secretário Alessandro Magalhães, o coeficiente de incidência da doença ainda é baixo na cidade e um dos menores do Brasil. Durante a entrevista, ele pontuou as ações que estão sendo adotadas para o combate da pandemia em Aparecida de Goiânia.

“A gente estruturou os leitos de UTI. Inclusive, o Ministério [da Saúde] aprovou os 30 leitos de UTI do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP). A partir daí analisamos o risco de cada estabelecimento. Todo comércio vai ter que seguir regras gerais, como usar máscaras, atestar a temperatura na porta e vai ter que controlar o acesso. Nós orientamos que coloquem uma pessoa dentro do estabelecimento para diminuir aglomeração e controlar o fluxo de entrada. São várias medidas”, declarou Magalhães.

O secretário afirmou ainda que, além das regras gerais, alguns comércios também terão que cumprir regras específicas.

Ao final da live, Gustavo Mendanha também reforçou os cuidados que devem ser tomados. O prefeito pediu que todos usem máscaras ao sair de casa, retirem os calçados e troquem de roupa ao retornarem e façam a higienização das mãos com água e sabão, além do uso de álcool em gel 70%.

Confira o que ainda não pode funcionar em Aparecida de Goiânia:

  • Eventos públicos e privados de qualquer natureza, que envolvam aglomeração de pessoas;
  • Visitação em Unidades de Saúde, Comunidades Terapêuticas, Instituições de Média e Longa Permanência para Idosos, Instituições de Acolhimento de Média e Longa Permanência de Crianças e Adolescentes, e correlatos;
  • Cirurgias eletivas;
  • Shopping centers, cinemas, galerias, camelódromos, anfiteatros, museus, bibliotecas e clubes recreativos e assemelhados;
  • Restaurantes, bares, boates e casas noturnas, exceto os restaurantes e lanchonetes instalados em postos de combustíveis situados às margens de rodovia;
  • Academias, atividades de condicionamento físico e ensino esportivo de todas as modalidades;
  • Reuniões em áreas comuns de condomínios, inclusive áreas de churrasqueiras, quadras poliesportivas, academias e piscinas;
  • Atividades de clubes recreativos e parques aquáticos;
  • Excursões, com finalidade turística ou não;
  • Campeonatos esportivos de qualquer natureza, oficiais ou não oficiais;
  • Aulas escolares em estabelecimentos públicos e privados, creches e CMEIS.

Situação do Coronavírus em Aparecida

Até o último boletim divulgado neste domingo (26) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Aparecida de Goiânia tem 23 casos confirmados, três amostras de casos suspeitos ainda em análise e 158 casos com resultados negativos para Covid-19.

O município registrou dois óbitos e dez pacientes já se recuperaram da doença. Houve ainda a confirmação de mais um caso, de uma mulher de 46 anos de idade, moradora do setor Mansões Paraíso. Ela está em isolamento domiciliar, sendo acompanhada diariamente por equipe da Secretaria.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui