Prefeito Iris Rezende anuncia que vai seguir todas as medidas do novo decreto do Governo de Goiás

Justificativa é que Estado e município tem o mesmo entendimento, de focar na preservação da saúde e manter o funcionamento de serviços essenciais

0
Iris Rezende anuncia que vai seguir todas as medidas do novo decreto do Governo de Goiás, Iris Rezende vai seguir o novo decreto, Iris Rezende novo decreto Caiado, Goiânia novo decreto, o que funciona em goiania
O prefeito Iris Rezende em reunião com o Gabinete de Gestão de Crise Covid-19. Foto: reprodução/Instagram

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, anunciou que vai seguir, na íntegra, as determinações do novo decreto estadual, publicado na noite de domingo (19), pelo governador Ronaldo Caiado, o qual dispõe sobre as medidas de combate à propagação do novo coronavírus (Covid-19) em Goiás.

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

O decreto Nº 9.653 prevê que os municípios poderão impor restrições adicionais ou flexibilizar as regras existentes desde que estejam fundamentados em nota técnica da autoridade sanitária local, respaldada por avaliação de risco epidemiológico diário das ameaças. Apesar dessa possibilidade, o prefeito determinou à sua equipe a obediência total ao novo decreto estadual.

De acordo com Iris Rezende, o entendimento do Estado e município é o mesmo, de focar na preservação da saúde e manter o funcionamento de serviços essenciais. Após reunião do Gabinete de Gestão de Crise Covid-19, o prefeito afirmou em publicação nas redes sociais: “o momento é de unirmos forças para enfrentarmos, com responsabilidade, esta crise que assola o mundo”.

Segundo o documento, continuam suspensas as mesmas atividades do decreto anterior, mas há algumas atividades comerciais que foram flexibilizadas e poderão voltar a funcionar. Também permanece o isolamento social e o Estado segue em situação de emergência por 150 dias.

Entre as atividades liberadas para a reabertura, estão as concessionárias de veículos automotores e motocicletas, autopeças, motopeças, oficinas mecânicas, borracharias, óticas, empresas de vistoria veicular e empresas que trabalham com manutenção, conservação do patrimônio e controle de pragas urbanas, construção civil, hotéis para abrigar aqueles que atuam na prestação de serviços públicos ou privados considerados essenciais ou para fins de tratamento de saúde.

Lava a jatos e lavanderias também foram liberados e os salões de beleza e barbearias podem funcionar, atendendo com 50% de sua capacidade.

As igrejas em Goiânia também podem funcionar, mas suas celebrações, como cultos e missas só poderão ser realizadas uma vez por semana. A entrada de fiéis nesses locais deverá ser limitada a 30% da capacidade máxima do templo e com o uso obrigatório de máscaras.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui