Morre aos 78 anos o ator e humorista Paulo Silvino, no Rio de Janeiro

0
paulo-silvino

O ator e comediante Paulo Silvino morreu na manhã desta quinta-feira (17), aos 78 anos, no Rio de Janeiro. Ele lutava contra um câncer no estômago e morreu em casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, segundo informações da Central Globo de Comunicação. De acordo com a família do humorista, Silvino chegou passar por uma cirurgia no ano passado. No entanto, o câncer se espalhou e a família preferiu que ele fizesse o tratamento em casa.

Paulo Ricardo Campos Silvino nasceu em 27 de julho de 1939. Sua estreia na TV Globo aconteceu em 1966, quando apresentou o Canal 0, programa humorístico que satirizava a programação das emissoras de TV, após passagens pela TV Tupi, Continental, Rio e Excelsior. O artista cresceu em meio ao teatro e aos bastidores do rádio, acompanhando os trabalhos do pai, o comediante Silvério Silvino Neto, conhecido por realizar paródias de figuras públicas no Brasil dos anos 1940 e 1950. Paulo Silvino também enveredou pela música, pondo em prática o talento revelado durante as aulas que tinha com a mãe, a pianista e professora Noêmia Campos Silvino. Lançou, aos 20 anos, um LP de samba, em parceria com Altamiro Carrilho, Durval Ferreira e Eumir Deodato, chamado Nova Geração, sob o nome de Silvino Junior.

O artista colecionou diversos bordões. Antes de fazer história na TV, Paulo fez carreira no rádio até se juntar ao elenco da TV Rio, nos anos 1960. Na Globo, atuou em Balança Mas Não Cai (1968) e teve destaque nos programas humorísticos Faça Humor, Não Faça Guerra (1970), Uau, a Companhia (1972), Satiricom (1973), Planeta dos Homens (1976), e Viva o Gordo (1981). Em Zorra Total (1999), seu personagem Severino, famoso pelo bordão “cara crachá” foi um dos mais populares.

Paulo Silvino deixa três filhos. São eles, Flávio Silvino, ator e cantor, vítima de um acidente de carro em novembro de 1993, que lhe deixou em coma durante três meses, João Paulo Silvino e Isabela Silvino.

* Com informações do G1.

Foto: Tata Berreto/Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui