Governo de São Paulo anuncia que iniciará vacinação contra o coronavírus no dia 25 de janeiro

Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus estima que 9 milhões de pessoas sejam imunizadas já na primeira etapa. Entretanto, o Governo de São Paulo ainda aguarda aprovação da vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

0
mais 1 milhão de doses, 1 milhão de doses da CoronaVac, mais 1 milhão de doses da vacina do Instituto Butantan, vacina do Instituto Butantan, doses da CoronaVac, vacinação contra o coronavírus, vacinação contra o coronavírus em São Paulo, Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus, cronograma completo de vacinação coronavírus São Paulo, vacinação contra o coronavírus São Paulo
CoronaVac, vacina desenvolvida em parceria entre o Instituto Butantan e a biofarmacêutica Sinovac Biotech. Foto: divulgação/Instituto Butantan

A vacinação contra o coronavírus em São Paulo já tem data para começar. Pelo menos, é o que diz o governador João Doria (PSDB), que afirmou que o início da campanha de imunização será no dia 25 de janeiro. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (7), durante o lançamento do Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus.

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

De acordo com Doria, a prioridade será vacinar profissionais de saúde, pessoas com 60 anos ou mais e grupos indígenas e quilombolas na primeira etapa. O plano prevê ainda que São Paulo disponibilize 4 milhões de doses da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan para outros estados.

“A vacina será gratuita para todos no sistema público de saúde do estado de São Paulo”, afirmou o Governador. “Não estamos virando as costas para o Plano Nacional de Imunizações, mas precisamos ser mais ágeis e, por isso, estamos nos antecipando. Somos todos a favor da vida e de todas as vacinas”, afirmou Doria.

Estimativa

Segundo detalhou o Governo de São Paulo, a previsão é que 9 milhões de pessoas sejam imunizadas na primeira etapa, com a aplicação de 18 milhões de doses. O público-alvo prioritário abrange trabalhadores na linha de frente de combate à Covid-19, indígenas e quilombolas e também a faixa etária com maior índice de letalidade. O índice de mortes provocadas pelo coronavírus até agora entre pessoas com mais de 60 anos é de 77%.

O cronograma estipula cinco etapas de vacinação a partir do início da campanha. Até o fim de março, estima-se que quase 20% dos 46 milhões de habitantes do estado estejam imunizados com duas doses da CoronaVac. Para isso, o Governo de São Paulo conta com a rápida aprovação da vacina do Butantan pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

CoronaVac

A CoronaVac é desenvolvida em parceria internacional entre o Instituto Butantan e a biofarmacêutica Sinovac Biotech. O resultado da fase 3 com o índice de eficácia do imunizante deve ser divulgado na próxima semana.

De acordo com estudos clínicos, 94,7% dos voluntários não tiveram evento adverso. Dos que apresentaram alguma reação, 99,7% relataram sintomas de baixa gravidade, como dor no local da injeção e dor de cabeça leve. Artigo publicado na revista científica The Lancet apontou que a vacina do Butantan produziu resposta imune em 97% dos participantes dos estudos.

Em resumo

O Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus prevê que a vacinação ocorra em São Paulo entre 25 de janeiro e 28 de março, com nove semanas de duração. Dessa forma, 18 milhões de doses devem ser aplicadas durante a campanha, sendo duas aplicações por pessoa, com intervalo de 21 dias entre a primeira e a segunda dose.

Confira o cronograma completo de vacinação anunciado pelo Governo de São Paulo:

Dose 1

  • 25 de janeiro: Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas;
  • 8 de fevereiro: Pessoas com 75 anos ou mais;
  • 15 de fevereiro: Pessoas com 70 a 74 anos;
  • 22 de fevereiro: Pessoas com 65 a 69 anos;
  • 1º de março: Pessoas com 60 a 64 anos.

Dose 2

  • 15 de fevereiro: Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas;
  • 1º de março: Pessoas com 75 anos ou mais;
  • 8 de março: Pessoas com 70 a 74 anos;
  • 15 de março: Pessoas com 65 a 69 anos;
  • 22 de março: Pessoas com 60 a 64 anos.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui