Estas são as 10 melhores instituições de ensino de Goiás, segundo avaliação do MEC

Ranking elaborado pelo INEP também revelou as faculdades com menores notas; confira quais são

0
Índice Geral de Cursos, IGC, ensino superior, Goiás, instituições
Foto: divulgação.

Na última terça-feira (18), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) divulgou o ranking anual do Índice Geral de Cursos (IGC), principal indicador de qualidade do ensino superior brasileiro. Os dados são referentes ao ano de 2017.

Ocupando as primeiras posições entre as instituições goianas de ensino estão a Universidade Federal de Goiás (UFG), no topo da lista, em primeiro lugar. No segundo lugar, está a Faculdade Unida de Campinas (FacUnicamps), atualmente a melhor entre as particulares. O IF Goiano, também federal, ficou em terceiro lugar.

Ranking das 10 melhores instituições de ensino superior de Goiás:

1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS (UFG)
Categoria Administrativa: Pública Federal
IGC (Contínuo): 3,5554
Nota: 4

2. FACULDADE UNIDA DE CAMPINAS (FACUNICAMPS)
Categoria Administrativa: Pessoa Jurídica de Direito Privado – Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 3,5330
Nota: 4

3. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO (IF Goiano)
Categoria Administrativa: Pública Federal
IGC (Contínuo): 3,2762
Nota: 4

4. FACULDADE NOROESTE (FAN)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 3,2687
Nota: 4

5. FACULDADE BRASIL CENTRAL (FBC)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 3,1211
Nota: 4

6. FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SENA AIRES (FACESA)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 3,0843
Nota: 4

7. FACULDADES INTEGRADAS IESGO (IESGO)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 3,0815
Nota: 4

8. INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE (IESRIVER)
Categoria Administrativa: Privada Sem Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 2,9204
Nota: 3

9. FACULDADE ARAGUAIA (FARA)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 2,9090
Nota: 3

10. FACULDADE DE CERES (FACER)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 2,9045
Nota: 3

Últimos lugares da tabela

Já na ponta de baixo da classificação aparecem instituições como a Faculdade Raízes (SER), Faculdade de Inhumas (FACMAIS), Faculdade do Planalto Central (FAPLAC) Faculdade de Caldas Novas (UNICALDAS) e outras. A justificativa é que estas faculdades ficaram com as menores notas do IGC – todas elas obtiveram nota 2 no índice.

Ranking das 10 goianas com menores notas:

FACULDADE RAÍZES (SER)
Categoria Administrativa: Privada Sem Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,8450
Nota: 2

FACULDADE DE INHUMAS – FAC-MAIS (FACMAIS)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,8364
Nota: 2

FACULDADE DO PLANALTO CENTRAL (FAPLAC)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,8226
Nota: 2

FACULDADE DE CALDAS NOVAS (UNICALDAS)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,6832
Nota: 2

FACULDADE DA IGREJA MINISTÉRIO FAMA (FAIFA)
Categoria Administrativa: Privada Sem Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,6473
Nota: 2

FACULDADE ALIANÇA
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,6159
Nota: 2

FACULDADE DE JUSSARA (FAJ)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,5984
Nota: 2

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS (ICSH)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,3254
Nota: 2

FACULDADE DE PIRACANJUBA (FAP)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 1,2931
Nota: 2

FACULDADE JATAIENSE (FAJA)
Categoria Administrativa: Privada Com Fins Lucrativos
IGC (Contínuo): 0,9926
Nota: 2

Notas

A nota do IGC varia de 1 a 5. As instituições com 4 e 5 são consideradas excelentes, enquanto notas abaixo de 3 são consideradas insatisfatórias. Instituições que ficam abaixo de 3 não podem se expandir, ou seja, não podem construir novos campi, nem abrir cursos ou aumentar o número de vagas. Além disso, cursos autorizados podem sofrer redução de vagas ou ter processos seletivos suspensos, após vistoria de especialistas.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui