Boas notícias: oito garotos já foram resgatados de caverna na Tailândia

0
caverna na Tailândia
O drama dos garotos presos dentro de uma caverna na Tailândia que mobilizou o mundo, parece estar chegando ao fim. Na manhã desta segunda-feira (9), o trabalho de resgate foi retomado e quatro meninos foram retirados do interior da montanha.

Ao todo, oito garotos já foram salvos até o momento – quatro deles no domingo, segundo informou um membro da equipe de socorro à emissora americana CNN.

Com isto, cai para cinco o número de pessoas que ainda seguem presas no local – quatro meninos e o treinador. A operação de resgate foi encerrada no anoitecer tailandês (fim da manhã no Brasil) e será retomada nesta terça-feira (10). O procedimento é necessário para a reposição de suprimentos no interior da gruta e o estoque de oxigênio nos tanques posicionados na rota de saída.

As identidades dos garotos resgatados não foram divulgadas oficialmente. Apesar de estarem em bom estado de saúde, eles foram levados para o hospital da província de Chiang Rai, a cerca de 70 km da caverna, onde permanecem internados em quarentena para evitar o risco de possíveis infecções. Autoridades estudam liberar a visita dos pais e familiares.

A operação de resgate envolve um total de noventa mergulhadores, sendo 40 tailandeses e 50 estrangeiros que correm contra o tempo, diante do perigo de as águas voltarem a subir, por conta das chuvas que atingem a região. Na última sexta-feira (6), o ex-SEAL da Marinha tailandesa Saman Kunan, de 38 anos, morreu enquanto espalhava tanques de oxigênio por uma possível rota de escape. No retorno para a entrada da caverna, ele ficou sem oxigênio.

Entenda

Os meninos e seu técnico de futebol estavam desaparecidos desde o dia 23 de junho, após um treino. Segundo informações do portal G1, acredita-se que eles tenham entrado na caverna Tham Luang, localizada no distrito de Mae Sai, perto da fronteira com Mianmar, para se abrigar do tempo ruim.

O treinador Ekapol Janthawong, de 25 anos, e os menores, de 11 a 16 anos, que integram o time de futebol Wild Boars conheciam bem o lugar, de acordo com as autoridades tailandesas.

Foto: reprodução/Xinhua

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui