Drops Político: Um giro pelo processo do Impeachment

0
Impeachment

Neste fim de semana, a Factual aponta alguns fatos importantes a respeito do processo de impeachment previsto para ser votado neste domingo (17) às 14h. A partir de agora, você pode acompanhar nossa rápida abordagem sobre os assuntos no Drops Político.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”DEBATES” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]
discursos-impeachment
Foto: divulgação.

Os debates no plenário da Câmara dos Deputados sobre o processo de impeachment começaram nesta sexta-feira (15). A primeira sessão foi às 8h55. Até o fechamento desta matéria, os discursos já passavam de 32 horas, restando 3 partidos para se pronunciarem.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”MURO DA VERGONHA” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]
bora-se-amar-muro-impeachment
Foto: reprodução Twitter.

Uma divisa foi criada para separar manifestantes contrários e favoráveis ao processo de impeachment. Apelidada de “muro da vergonha” ou “muro do impeachment”, a proteção foi mal recebida por manifestantes, que teceram críticas avaliando-a como desnecessária e como algo que só evidencia a divisão atual do país. Durante ato, alguns cartazes foram colados na divisa. Pichações com frases como “Bora se amar” (sic) foram feitas na estrutura e ainda foi possível ver algumas pessoas utilizando a barreira como divisa para uma partida de vôlei. PMs e cães devem fazer a segurança do local.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”MOBILIZAÇÕES EM FRENTE AO CONGRESSO” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]
palacio-do-planalto
Foto: divulgação.

Cerca de 300 mil pessoas são aguardadas neste domingo em frente à Esplanada dos Ministérios. Estrangeiros estão proibidos de participar das manifestações políticas. Em caso de descumprimento da ordem, poderão ser punidos com até três anos de prisão e expulsos do país, de acordo com o Estatuto do Estrangeiro. Os bonecos infláveis gigantes foram vetados. Além disso, há também a proibição a objetos cortantes, garrafas de vidro, hastes de madeira, fogos de artifício e o uso de megafones. Bebidas alcoólicas não poderão ser comercializadas. É recomendado que os pais não levem crianças às manifestações, a não ser em caso de necessidade. Já os idosos e pessoas com problemas cardiovasculares devem evitar as aglomerações. O trânsito na região também foi bloqueado e permanece impedido até domingo. O acesso deverá ser feito pelas vias S2 e N2, paralelas ao Eixo Monumental, em frente aos estacionamentos anexos aos ministérios.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”PRONUNCIAMENTO DA PRESIDENTE…” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]
discurso-dilma
Foto: reprodução YouTube.

A presidente Dilma Rousseff havia preparado um pronunciamento para a noite desta sexta-feira (15) em cadeia nacional de rádio e TV. Entretanto, no fim da tarde, Dilma desistiu da veiculação do material na mídia, mas publicou o vídeo na internet. Em seu discurso, a presidente disse que o respeito à soberana vontade do povo brasileiro e as conquistas sociais estão em jogo. Afirmou ainda que o processo é uma aventura golpista e se defendeu, alegando não ter cometido nenhum crime de responsabilidade, nem possuir contra si denúncia de corrupção ou de desvio de dinheiro público. E voltou a falar sobre possíveis sacrifícios impostos à população, como o corte de benefícios sociais, além de reafirmar que o impeachment é um golpe, cuja palavra ficará gravada na testa dos que chamou de traidores da democracia.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”…E A RESPOSTA DO VICE” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]
michel-temer-twitter
Foto: reprodução Twitter.

Michel Temer se pronunciou no Twitter a respeito da fala da presidente. Em seu perfil pessoal, o vice-presidente publicou: “Leio hoje nos jornais as acusações de que acabarei com o bolsa família. Falso. Mentira rasteira. Manterei todos programas sociais.”

Temer reforçou também na rede social a importância da Operação Lava Jato e os serviços prestados para o país. E defendeu a unificação e a pacificação dos brasileiros, o não ao caos, ódio e guerra e pontuou que o país só sairá da crise se todos trabalharem pelo Brasil e não por seus interesses pessoais.

[otw_shortcode_divider margin_top_bottom=”30″ text=”O CORRE-CORRE DE LULA” text_position=”otw-text-center”][/otw_shortcode_divider]
lula
Foto: divulgação.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva corre contra o tempo para angariar apoio de líderes políticos na tentativa de evitar a derrota da presidente Dilma Rousseff na votação de amanhã. Para isso, Lula recorre a governadores em busca de votos contrários à aprovação do impeachment. Ele comparou a corrida às atividades da bolsa de valores.

Para que a aprovação não se concretize, é necessário evitar que os parlamentares a favor da saída de Dilma conquistem os 342 votos dos quais precisam. Ou deverão conquistar metade dos 513 votos dos deputados como sendo favoráveis à permanência da presidente no comando do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui