TSE determina prazo de 48 horas para remoção de publicações sobre "Kit Gay" usadas por Bolsonaro

0
Kit Gay
Após o candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PSL) gerar polêmica ao dizer que o candidato Fernando Haddad (PT) adotou o livro Aparelho Sexual e Cia, popularmente conhecido como “Kit Gay” em programas governamentais durante sua gestão como ministro da Educação, entre os anos de 2005 e 2012, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Horbach determinou que o Facebook e o YouTube retirem do ar seis vídeos que fazem referência às afirmações propagadas por Bolsonaro para atacar Haddad.
A medida, publicada na noite de segunda-feira (15), deve ser cumprida em um prazo máximo de 48 horas. A decisão sustenta que a notícia é sabidamente inverídica, uma vez que o livro não jamais chegou a ser adotado pelo Ministério da Educação (MEC). Tanto o MEC quanto a editora responsável pelo livro negam que a obra tenha sido utilizada em programa escolar. Segundo ambos, o livro sequer foi indicado nas listas oficiais de material didático.
Horbach destacou ainda que é fato notório que o projeto “Escola sem Homofobia” não tenha sido executado pelo Ministério da Educação, do que se conclui que não ensejou a distribuição do material didático a ele relacionado. Além da referência a esse projeto, os conteúdos impugnados citavam que a obra constou do PNLD (Programa Nacional do Livro Didático) e do PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola).
Segundo o relator, a difusão da informação equivocada acerca da distribuição do livro gera desinformação no período eleitoral com prejuízo ao debate político, o que recomenda a remoção dos conteúdos com tal teor. Por essas razões, além da retirada dos vídeos, o ministro também determinou a identificação do número de IP da conexão utilizada no cadastro inicial e dados cadastrais dos perfis responsáveis pelas postagens.
Foto: reprodução.
Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui