Onyx Lorenzoni diz que saques do FGTS serão limitados a R$ 500 por conta

O anúncio oficial será feito em cerimônia no Palácio do Planalto, na tarde desta quarta-feira (24)

0
Onyx Lorenzoni, saques do FGTS, R$ 500 por conta, contas ativas e inativas, Jair Bolsonaro
Ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta quarta-feira (24), que a liberação dos saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) será limitado a R$ 500 neste ano. O anúncio oficial será feito nesta tarde, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o ministro adiantou que o período de saque autorizado será de agosto deste ano a março do ano que vem. “Será uma coisa opcional. O trabalhador tem toda a liberdade de usar esse recurso ou não”.

Segundo Onyx, a partir do ano que vem será permitido sacar um percentual sobre o valor na conta, que deverá ser maior para quem tem menos dinheiro na conta do FGTS. Esse percentual será detalhado durante o evento.

O ministro reiterou que a medida vai injetar na economia mais de R$ 30 bilhões este ano e mais R$ 10 bilhões no ano que vem.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui