Bolsonaro reconhece Joe Biden como presidente eleito dos EUA

Ministério das Relações Exteriores divulgou nota à imprensa 38 dias após o democrata ser anunciado vencedor da corrida eleitoral americana

0
Bolsonaro reconhece Joe Biden, Bolsonaro reconhece Biden como presidente eleito, Biden Bolsonaro, Bolsonaro reconhece Biden, Bolsonaro reconhece Biden presidente
Presidente Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu nesta terça-feira (15), Joe Biden como presidente eleito dos Estados Unidos. O comunicado do reconhecimento vem 38 dias após o democrata ser anunciado vencedor das Eleições 2020 no país.

Em nota à imprensa publicada pelo Ministério das Relações Exteriores, Bolsonaro cumprimentou Biden e se disse pronto a trabalhar com o presidente eleito, mantendo a construção de uma aliança entre os países e em defesa de valores como a soberania, a democracia e a liberdade em todo o mundo, além de defender uma integração econômica e comercial.

Confira o comunicado a seguir:

Cumprimentos do Presidente Jair Bolsonaro ao Presidente-Eleito dos EUA Joe Biden

O Presidente Jair Bolsonaro transmite a seguinte mensagem ao Presidente-Eleito Joe Biden após o anúncio dos resultados da votação no Colégio Eleitoral dos EUA:

– Saudações ao Presidente Joe Biden, com meus melhores votos e a esperança de que os EUA sigam sendo “a terra dos livres e o lar dos corajosos”.

– Estarei pronto a trabalhar com V. Exa. e dar continuidade à construção de uma aliança Brasil-EUA, na defesa da soberania, da democracia e da liberdade em todo o mundo, assim como na integração econômico-comercial em benefício dos nossos povos.

A saudação de Bolsonaro a Biden também foi publicada pelo presidente em seu perfil oficial no Twitter.

As projeções da imprensa americana apontaram Joe Biden como vencedor da corrida eleitoral americana no dia 7 de novembro. A vitória foi confirmada nesta segunda-feira (14), pelo Colégio Eleitoral americano, mesmo com inúmeras tentativas do atual presidente, o republicano Donald Trump, de questionar o resultado e colocar o processo eleitoral em descrédito.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui