Randolfe Rodrigues apresenta requerimento para que Bolsonaro seja ouvido na CPI da Covid

De acordo com o pedido, presidente seria convocado a depor na condição de testemunha

0
Randolfe Rodrigues, requerimento, Bolsonaro, Randolfe Rodrigues apresenta requerimento para que Bolsonaro seja ouvido, Randolfe Rodrigues requerimento Bolsonaro, suspensão de salários, suspensão de contrato de trabalho por até quatro meses, Bolsonaro, MP 927/20, medida provisória suspensão de contrato de trabalho quatro meses
Foto: Carolina Antunes/PR

Nesta quarta-feira (26), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid, apresentou requerimento para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja convocado a depor.

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

De acordo com o requerimento, Bolsonaro seria ouvido pela Comissão Parlamentar de Inquérito na condição de testemunha. Segundo Randolfe, cada depoimento e documento recebido torna “mais cristalino que o presidente da República teve participação direta ou indireta nos graves fatos questionados por esta CPI.”

Alguns parlamentares, porém, entendem que a CPI não pode convocar chefes de outros poderes, fato que impediria inclusive a convocação de governadores e prefeitos.

A CPI da Covid foi criada para apurar ações e possíveis omissões do governo federal durante a pandemia de coronavírus, que já matou mais de 450 mil pessoas no Brasil.

Até o momento, os parlamentares já ouviram os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, além do atual titular da pasta, Marcelo Queiroga. Foram ouvidos ainda Carlos Murillo, CEO da Pfizer na América Latina, Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação da Presidência, Ernesto Araújo, ex-ministro de Relações Exteriores e Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e Educação do Ministério da Saúde.

Em seu perfil no Twitter, Randolfe Rodrigues disse que os parlamentares não ouvirão depoentes nesta quarta-feira. Ele afirmou ainda que o expediente será utilizado para a apreciação de requerimentos de convocações, convites e informações para as próximas sessões.

Horas mais tarde, o senador informou que a CPI aprovou a reconvocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do ex-ministro Eduardo Pazuello.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui