Eduardo Leite, governador do RS, revela ser gay durante entrevista: “tenho orgulho disso”

Declaração foi dada ao programa 'Conversa com Bial', da TV Globo, veiculado na madrugada desta sexta-feira (2)

0
Eduardo Leite, revela ser gay, Conversa com Bial, Eduardo Leite gay, Eduardo Leite entrevista Conversa com Bial
Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). Foto: reprodução/TV Globo

Em entrevista ao programa ‘Conversa com Bial’, da TV Globo, veiculada na madrugada desta sexta-feira (2), o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), conversou com o apresentador sobre uma série de assuntos, entre eles, sua orientação sexual. Na ocasião, revelou ser gay.

“Nesse Brasil com pouca integridade nesse momento, a gente precisa debater o que se é, para que se fique claro e não se tenha nada a esconder. Eu sou gay. E sou um governador gay. Não sou um gay governador, tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, foi um presidente negro. E tenho orgulho disso”, afirmou Eduardo Leite.

O governador é um dos pré-candidatos do PSDB à Presidência da República, e deve disputar prévias do partido contra o governador de São Paulo, João Doria, o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto e o senador cearense Tasso Jereissati.

Eduardo Leite foi eleito governador do Rio Grande do Sul nas eleições de 2018, com 3.128.317 votos – 53,62% dos votos válidos. Ele nasceu na cidade de Pelotas, em 10 de março de 1985, e atualmente tem 36 anos.

Governador mais jovem do Brasil, Leite, que tem mandato até 2022, chegou ao Palácio Piratini aos 33 anos de idade. Entretanto, sua trajetória na política começou ainda mais cedo. Foi prefeito de Pelotas entre 2013 e 2016, após receber 110 mil votos. Antes disso, foi secretário municipal, vereador e presidente da Câmara Municipal na mesma cidade.

Apoio de outros políticos

A atitude de Eduardo Leite repercutiu bem no meio político. No Twitter, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), manifestou apoio ao governador. “Admiração e respeito ao meu amigo Eduardo Leite”, escreveu.

Candidata à vice-presidência ao lado de Fernando Haddad (PT) nas eleições de 2018, Manuela d’Ávila (PCdoB), publicou: “No Brasil do ódio e da intolerância, assumir a orientação sexual é um gesto de coragem. Meu abraço ao governador Eduardo Leite, com quem mantenho uma relação de respeito há anos, mesmo com posições políticas que nos distanciam. Que sejamos livres para ser quem quisermos ser!”

A deputada federal por São Paulo, Tabata Amaral (PDT) escreveu: “Em um país tão preconceituoso e violento com a população LGBTQIA+, Eduardo Leite fez história hoje ao se assumir gay! Parabéns pelo ato corajoso e sincero, governador.”

O senador por São Paulo e ex-ministro da Saúde, José Serra (PSDB), também foi um dos políticos a se manifestar. “Registro aqui meu apoio e respeito ao governador Eduardo Leite. Grande abraço, meu caro.”

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui