Em primeiro videoclipe, banda goiana Burning Rage aborda o suicídio

Faixa faz parte do primeiro EP do grupo, lançado pela gravadora Monstro Discos

0
Burning Rage, Outra Porta, videoclipe, suicídio, Monstro Discos
Os roqueiros do Burning Rage. Foto: divulgação.

Não desista da vida, há sempre outra porta, com infinitas oportunidades a te esperar. Essa é a mensagem que a banda Burning Rage tenta passar com o lançamento de seu primeiro videoclipe. Intitulado Outra Porta, a produção aborda um tema delicado, mas muito relevante em tempos onde os índices de suicídio aumentam assustadoramente e a questão já é tratada como surto mundial.

Com aproximadamente quatro minutos de duração, a obra audiovisual é dirigida por Rafael Gandara e tem roteiro assinado por Neil Neto, Alessandro Lobo e Helio Zancopé.

A Burning Rage faz punk rock e hardcore melódico e é formada por integrantes de outras bandas conhecidas de Goiânia, como Woolloongabbas, Vero HC e Pedrada. Neil Neto (vocais), os guitarristas Schubert Dias e Alê Lobo, Hélio Zancopé (bateria) e Rodolfo Santos (baixo) dão fôlego novo ao estilo consolidado no País por nomes como CPM 22, Street Bulldogs, Garage Fuzz , Hateen, Dead Fish, Sugar Kane e Nitrominds, entre outros.

A música do videoclipe faz parte do primeiro EP da banda goiana, lançado neste mês pela gravadora Monstro Discos. “A música tem o poder de tocar o interior das pessoas de alguma maneira. No caso dessa canção, a ideia foi tentar mostrar para aqueles que passam por dificuldades extremas, que mesmo que seus problemas pareçam insolucionáveis a seus olhos, sempre haverá uma saída, uma ‘outra porta'”, explica o vocalista Neil Neto. “É um assunto sensível e não foi fácil a decisão de tentar reproduzir a angústia de uma pessoa que pensa em suicídio em um videoclipe, mas concordamos que esse seria um assunto que valeria a pena ser abordado”, completa.

Confira o clipe de Outra Porta a seguir:

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui