Novo decreto em Goiânia determina reabertura do comércio na próxima quarta-feira (31)

Retomada das atividades por 14 dias foi definida em acordo com representantes do Governo de Goiás, da Câmara Municipal e do setor produtivo na tarde deste sábado (27)

0
Novo decreto em Goiânia, comércio em Goiânia, reabertura do comércio, reabertura das atividades econômicas na capital, novo decreto
Prefeito Rogério Cruz. Foto: divulgação/Prefeitura de Goiânia

Após reunião com representantes do Governo de Goiás, da Câmara Municipal e do setor produtivo, o prefeito Rogério Cruz definiu neste sábado (27) que o novo decreto em Goiânia permitirá a reabertura do comércio na próxima quarta-feira (31). O modelo a ser seguido é o de revezamento 14×14.

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

A reabertura das atividades econômicas na capital e as novas medidas de enfrentamento à pandemia foram definidas após o prefeito receber novos dados epidemiológicos na tarde desta sexta-feira (26). Rogério Cruz se reuniu com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 para avaliar quais medidas seriam adotadas no novo decreto.

A princípio, a proposta era de que o comércio em Goiânia fosse reaberto com revezamento por regiões, medida apresentada e debatida durante reunião realizada na última quinta-feira (25), no Paço Municipal.

Neste plano inicial, que seria denominado Rodízio Modular de Atividades, a cidade seria dividida em seis módulos. Três destas áreas abririam durante três dias, enquanto as outras três áreas não abririam. Aos domingos, as seis regiões ficariam fechadas.

Entretanto, após a reunião deste sábado, Goiânia decidiu acompanhar as medidas do Governo de Goiás, no modelo de abertura das atividades de 14 em 14 dias. Dessa forma, as regras atuais vão durar até a próxima terça-feira (30). No dia seguinte passa a valer o novo decreto que já foi divulgado.

“Não seria conveniente antecipar o nosso decreto neste momento. Geraria muita confusão dos goianienses e dos goianos”, explicou o prefeito.

O que muda com o novo decreto em Goiânia?

Com o novo decreto em Goiânia, os horários das atividades serão diferenciados. Um dos objetivos é manter o embarque prioritário no transporte coletivo. Haverá reavaliação da situação ao final dos 14 dias de abertura.

Confira a seguir os detalhes da reabertura das atividades econômicas na capital:

Horários de funcionamento:

  • Das 9 às 17 horas para estabelecimentos de comércio;
  • Das 12h às 20 horas para estabelecimentos de serviços;
  • Das 11 às 23 horas para bares e restaurantes;
  • Das 10 às 22 horas para shopping center, galeria, centro comercial e congêneres;
  • Das 12 às 21 horas para salões de beleza e barbearias;

Cultos, missas, celebrações e reuniões coletivas das organizações religiosas:

  • Lotação máxima de 30% de sua capacidade de pessoas sentadas;
  • Intervalo mínimo de 3 horas entre as missas, cultos e reuniões similares para realizar a limpeza e desinfecção das superfícies dos ambientes;

Bares e restaurantes: Lotação máxima de 50% da capacidade de pessoas sentadas, autorizada a apresentação, exclusivamente, de música ao vivo do tipo ‘voz e violão’ limitada a dois integrantes;

Academias, quadras poliesportivas e ginásios: Lotação máxima de 30% da capacidade de acomodação. Horário de funcionamento das 6 às 22 horas;

Estabelecimentos privados de ensino regular nas etapas infantil, fundamental e médio:

  • Limitado à capacidade que assegure distância de 1,5 metros entre os alunos, professores e demais funcionários nas atividades educacionais presenciais;
  • Adotado o critério de 2,25 m² por aluno para efeito de cálculo da capacidade de cada ambiente de sala de aula;

Cursos livres: limitado à lotação máxima de 30% de sua capacidade de acomodação, nas atividades presenciais;

  • Estabelecimentos destinados à prática de esportes coletivos com a participação de no máximo quatro integrantes;
  • Serviços de saúde públicos e privados: atendimento ambulatorial em 50% da capacidade máxima, mediante agendamento prévio;
  • Atividades de construção civil: funcionamento exclusivamente de segunda a sexta, desde que seja fornecido transporte próprio aos empregados;
  • Feiras livres e especiais: vedado o funcionamento de restaurantes e praças de alimentação, o consumo de produtos no local e a disponibilização de mesas e cadeiras aos frequentadores.

Durante o período do novo decreto em Goiânia, o funcionamento do Zoológico e do Parque Mutirama estão vedados.

Ocupação de leitos

Até as 18 horas deste sábado, a capital contava com 94% de ocupação dos leitos de UTI e o mesmo percentual de vagas de enfermaria. Desde o início do ano, a Secretaria de Saúde de Goiânia (SMS) abriu 160 leitos de unidade de terapia intensiva, vagas administradas pela gestão municipal.

Leia o Decreto nº 2.095 na íntegra aqui.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui