23 bares e restaurantes de Goiânia conseguem autorização da Justiça para funcionar durante o fim de semana

Restrições relativas ao horário de funcionamento, limite de ocupação e a vedação quanto as atividades musicais ou de ambientação sonora, mecânica ou ao vivo, estão mantidas

0
bares e restaurantes de Goiânia, bares e restaurantes, bares e restaurantes de Goiânia, Donos de bares e restaurantes de Goiânia, crédito de até R$ 50 mil, Peame
Foto: reprodução/Pexels

Por meio de duas liminares deferidas pelo juiz plantonista José Ricardo Marcos Machado, 23 bares e restaurantes de Goiânia obtiveram autorização para funcionar durante o fim de semana.

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

Na decisão, o magistrado sustentou que “o risco de recrudescimento do número de possíveis novos casos de infecção pela abertura dessas casas cinco dias na semana não será muito menor se o funcionamento elevar-se para sete dias na semana.”

Entretanto, apesar da autorização concedida por meio das liminares, as demais restrições aos bares e restaurantes de Goiânia, relativas ao horário de funcionamento, limite de ocupação e a vedação quanto as atividades musicais ou de ambientação sonora, mecânica ou ao vivo, estão mantidas.

Decreto

O funcionamento destes estabelecimentos durante o sábado e o domingo estava suspenso em virtude do novo decreto de combate à pandemia de Covid-19 da Prefeitura de Goiânia, que começou a valer na última quarta-feira (14).

De acordo com o decreto, bares e restaurantes só podem abrir de segunda a sexta-feira, entre 11 e 23 horas, respeitando lotação máxima de 50% da capacidade de pessoas sentadas. Aos fins de semana, apenas atividades consideradas essenciais e religiosas podem funcionar.

As medidas definidas no decreto desagradaram o setor. Em nota, o Sindicato dos Bares e Restaurantes do Município de Goiânia (Sindibares) afirmou discordar totalmente do fechamento dos estabelecimentos aos finais de semana, por considerar que a regra penaliza o segmento que já tem sofrido desde o início da pandemia.

“Com as restrições do atual decreto, o fechamento aos sábados e domingos, a perda de faturamento de alguns estabelecimentos será grande. O final de semana representa pelo menos 60% do faturamento da maioria dos estabelecimentos”, afirmou o sindicato.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui