Novo decreto de Goiânia mantém regras de funcionamento para atividades não essenciais

Documento publicado nesta terça-feira (6) amplia a quantidade de músicos que poderão se apresentar em bares e restaurantes

0
Novo decreto de Goiânia, Novo decreto, decreto de Goiânia, decreto Goiânia, atividades não essenciais, Novo decreto em Goiânia, funcionamento de atividades não essenciais, atividades não essenciais, decreto em Goiânia, decreto Goiânia, medidas restritivas em Goiânia, novo decreto, novo decreto de medidas restritivas em Goiânia, medidas restritivas em Goiânia por mais sete dias, decreto com medidas restritivas em Goiânia
Foto: divulgação/Secom Goiânia

O novo decreto de Goiânia, publicado na edição desta terça-feira (6) do Diário Oficial do Município, manteve as regras atuais de enfrentamento à pandemia de Covid-19 para o funcionamento das atividades essenciais e não essenciais na capital.

+ Clique aqui e acompanhe todas as nossas notícias relacionadas ao coronavírus

Dessa forma, o novo documento, que passa a valer a partir desta quarta-feira (7) até o dia 20 de julho, traz os mesmos horários de funcionamento para as atividades econômicas. A única alteração promovida por meio do decreto nº 3.489 é a quantidade de músicos que poderão se apresentar em bares e restaurantes, que passa de duas para quatro pessoas.

Entretanto, o espaço de apresentação ainda precisa obedecer o distanciamento de 2,25 metros quadrados entre os músicos, além de respeitar os limites de volume sonoro máximo permitidos na legislação.

De acordo com o secretário de Governo, Arthur Bernardes, a manutenção das regras do decreto só é possível por conta do avanço da vacinação e uma leve queda nos números de ocupação de leitos nos hospitais. “O prefeito Rogério Cruz tem sido muito sensível com todos os entes envolvidos com relação aos decretos para o setor produtivo. Ele prioriza a vida de cada goianiense, mas sem deixar de lado também a vida econômica da nossa capital. As taxas de ocupação de leitos, que já ultrapassaram 90%, hoje estão na casa dos 75% para UTI e abaixo de 70% para enfermaria. Esse é o resultado da vacinação que avança cada dia mais e a conscientização da maioria da população”, afirma Bernardes.

Confira como ficam os horários de funcionamento conforme o novo decreto de Goiânia:

  • Comércio, galerias centros comerciais: 9 às 17 horas;
  • Estabelecimentos de serviços: 12 às 20 horas;
  • Bares, restaurantes, pit dogs, food trucks e congêneres: 11 às 23 horas;
  • Shopping center e congêneres: 10 às 22 horas;
  • Salões de beleza e barbearias: 12 às 21 horas;
  • Distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência: 8 às 22 horas;
  • Lanchonetes: 6 às 20 horas;
  • Aos estabelecimentos autorizados a funcionar durante 24 horas, nos termos da legislação vigente, são recomendadas trocas de turnos de maneira a não sobrecarregar o transporte público coletivo urbano em Goiânia, preferencialmente fora dos horários de pico.

Veja o novo decreto na íntegra aqui.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui