Governo de Goiás anuncia reajuste de 10,16% para professores P3 e P4

Novo percentual é o mesmo aplicado aos demais servidores estaduais e alcança 34.068 docentes

0
cargo de Analista de Gestão Governamental, concurso público, Governo de Goiás, inscrições concurso público Analista de Gestão Governamental, Analista de Gestão Governamental, Governo de Goiás anuncia reajuste, reajuste para professores P3 e P4, Governo de Goiás, reajuste professores P3 e P4 em Goiás, reajuste professores P3 e P4, , folha salarial de dezembro para servidores em Goiás, antecipação da folha salarial de dezembro, antecipação do pagamento da folha salarial de dezembro, pagamento da folha salarial de dezembro Goiás, folha salarial dezembro Goiás, ponto facultativo em Goiás, Feriado de Corpus Christi, ponto facultativo, Ronaldo Caiado, Corpus Christi, Novo decreto em Goiás, ponto facultativo em Goiás, véspera do feriado de Sexta-feira Santa, Ronaldo Caiado decretou ponto facultativo em Goiás, ponto facultativo em Goiás nesta quinta-feira, ponto facultativo Goiás Sexta-feira Santa
Foto: Vinicius Martins/Revista Factual

Com o anúncio do Governo de Goiás do pagamento do reajuste ao funcionalismo público estadual, os 34.068 professores das categorias P3 e P4 terão mudança na recomposição salarial anunciada ainda no mês de fevereiro. Agora, a alíquota será de 10,16% para os profissionais que receberiam um reajuste de 7,43% (Professor III) e 5,30% (Professor IV). O índice é o mesmo aplicado aos demais servidores do Estado.

Segundo o Executivo estadual, o pagamento do piso nacional aos professores e o reajuste dos salários dão seguimento à política de reconhecimento e valorização dos servidores, instituída, ainda em 2019, como prioridade das ações do Governo. Para além do anunciado, profissionais da educação já tinham recebido, em 2021, recomposição dos vencimentos. Outros benefícios financeiros, como ajuda de custo, auxílio aprimoramento e bônus, concedidos desde 2019, alcançaram todos os trabalhadores da educação de Goiás.

Novo piso salarial

Ao todo, 26.295 mil professores, sendo 16.278 da ativa e 10.027 aposentados, terão salários no valor do novo piso salarial profissional nacional do magistério público da Educação Básica.

“Nenhum professor da rede estadual vai receber menos do que o piso nacional da categoria”, assegurou o governador Ronaldo Caiado, durante o anúncio do pagamento do novo valor do piso que, para 2022, é de R$ 3.845,63.

Conforme a Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008, que instituiu o piso para os professores de todo o país, esse valor de R$ 3.845,63, corresponde à carga horária de 40 horas.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui