Decisão judicial determina bloqueio do WhatsApp por 48 horas

0
whatsapp

Prepare-se para um período catastrófico. O motivo? Uma determinação judicial imposta pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo intimou as operadoras de telefonia do Brasil na tarde desta quarta, 16, a bloquearem o aplicativo de mensagens WhatsApp durante 48 horas em todo o território nacional. A medida entra em vigor a partir das 0h desta quinta-feira, 17.

Exageros à parte, a notícia pegou todos de surpresa. Pessoas que dependem do aplicativo seja para negócios, para contatos com amigos ou familiares distantes ou mesmo aqueles que possuem aquela certa mania (ou compulsão) de teclar e/ou gravar mensagens de voz e enviar arquivos para seus contatos minuto a minuto.

A determinação judicial foi confirmada pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil). No entanto, sua autoria é mantida sob sigilo. A justificativa para o bloqueio é que trata-se de parte de uma investigação sobre “quebra de sigilo de dados”. Há alguns meses as operadoras brasileiras batalham comercialmente contra os serviços prestados pelo WhatsApp. Mas apesar da disputa, a solicitação para a interrupção temporária do serviço não teria sido solicitado pelas teles.

Em fevereiro deste ano, um juiz de Teresina (PI) já havia determinado o bloqueio do aplicativo em decorrência de uma investigação policial. A ação não obteve êxito, sendo suspensa por um desembargador do Tribunal de Justiça do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui