Saúde alerta população para a prevenção de DSTs durante o Carnaval

Além das campanhas de conscientização, estão sendo disponibilizados preservativos, lubrificantes e testes rápidos de detecção de doenças

0
HIV, Aids, Governo do Estado, prevenção, DSTs
Foto: Valdo França/Governo do Tocantins.

Considerando uma série histórica expressiva com número de pessoas que vivem com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), o Governo do Estado tem realizado campanhas contínuas, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com o Ministério da Saúde (MS) e secretarias municipais de saúde, com o objetivo de conscientizar a população para a prevenção.

As mobilizações aumentam com o período de Carnaval. Para tanto, a SES tem orientado os municípios a intensificarem as campanhas e as ações que visam alertar a população para a gravidade das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), chamando atenção para a prevenção combinada (ampliação da distribuição e educação para o uso do preservativo, diagnóstico pela testagem rápida e tratamento precoce). O objetivo é atingir a maior parte da população, promovendo sua divulgação em todos os meios de comunicação, desde mídias impressas e eletrônicas.

A Secretaria de Estado da Saúde vem promovendo a formação de novos profissionais habilitados nos municípios para realização da técnica que permite tanto o diagnóstico do HIV, quanto a avaliação para sífilis e hepatites virais B e C, nas unidades básicas de saúde. “Pedimos que os municípios ofertem testes rápidos de diagnóstico do HIV, palestras educativas, mas principalmente que a população não esqueça que o uso da camisinha é essencial e as mesmas estão disponibilizadas em larga escala, em todos os municípios, mensalmente”, destaca Márcio Tales, assessor técnico da Gerência Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais.

A preocupação da área técnica é reforçada pelos números do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), os quais apontam que, em todo o Estado, foram registrados 110 casos de Aids e 304 de HIV, em adultos, em 2017. Em 2018, apesar da queda de casos de Aids, com 65 registros, o número de HIV cresceu, chegando a 391 casos.

Material disponível

Para este mês, foram disponibilizados 500 mil unidades de preservativos masculinos de 53 mm, 400 mil unidades de gel lubrificante, além de testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites virais B e C. “A disponibilização é mediante solicitação encaminhada à Gerência Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, localizada no Anexo I da Secretaria de Estado da Saúde, 1º andar. Todo o material deste mês já está, quase em sua totalidade, nos municípios”, afirmou Márcio, acrescentando que Palmas recebe o material diretamente do Ministério da Saúde.

Modo de transmissão do HIV/Aids

O HIV é um retrovírus, transmitido por meio de relação sexual vaginal sem camisinha, anal sem camisinha, oral sem camisinha, uso de seringa por mais de uma pessoa, transfusão de sangue contaminado da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação, e por instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual Tocantins no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui