Projeto de correção de orelhas em abano chega ao Tocantins

Oferecendo o procedimento a um custo acessível e com pagamento facilitado, Projeto Orelhinha visa resgatar a autoestima das pessoas

0
correção de orelhas em abano, Projeto Orelhinha, Palmas, Araguaína, Tocantins
Foto: reprodução/internet

Mais de 25 mil pessoas no país já tiveram a autoestima resgatada através das cirurgias de correção de orelhas em abano promovidas por um Projeto que chega ao Tocantins em abril.

O objetivo do Projeto Orelhinha é promover as cirurgias reparatórias de orelhas em abano por um custo acessível e com pagamento facilitado já que o procedimento raramente é realizado no Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o coordenador e fundador do Projeto, o cirurgião plástico Marcelo Assis, os planos de saúde geralmente não cobrem esse procedimento por considerarem que é de ordem estética. “A otoplastia (correção das orelhas em abano) traz resultados que vão muito além do estético, o resgate de autoestima dessas pessoas pode interferir até mesmo no funcionamento fisiológico do indivíduo”, afirma o especialista.

Os interessados em realizar o procedimento através do Projeto devem, primeiramente, participar de uma palestra em que receberão instruções sobre a cirurgia e preencherão a ficha cadastral, além de já terem a cirurgia pré-agendada. As primeiras palestras no Estado serão realizadas no mês de abril em Palmas, no dia 16, e em Araguaína, no dia 17. Mais informações no site www.projetoorelhinha.com.br ou pelo telefone 0800 718 7804.

​Valor

O Projeto realiza, desde 2010, cirurgias cobrando, em média, um terço do valor de mercado do procedimento. Isso é possível porque, para que as cirurgias aconteçam, o Orelhinha faz parcerias com especialistas e centros médicos a fim de baratear os custos por meio de mutirões.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual Tocantins no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui