Parceria entre Seduc e UFT viabiliza produção de álcool em gel destinado à Educação, no Tocantins

A ideia é utilizar os laboratórios de química da universidade em Palmas, Gurupi e Araguaína, com insumos disponibilizados pela Educação

0
produção de álcool em gel, produção de álcool em gel Seduc e UFT, parceria Seduc UFT álcool em gel, Seduc Tocantins, UFT
Foto: Mylena Ribeiro/Governo do Tocantins

Uma parceria entre a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e a Universidade Federal do Tocantins (UFT) irá viabilizar a produção de álcool em gel em solo tocantinense. Em reunião nesta terça-feira (7), os gestores das instituições firmaram acordo que pretende produzir a substância, nas próximas semanas, para uso na rede estadual de ensino.

Com insumos que serão disponibilizados pela Seduc, a produção será executada pela UFT, nos laboratórios de química dos câmpus de Palmas, Gurupi e Araguaína.

Para a titular da Seduc, professora Adriana Aguiar, a ação conjunta será de grande relevância para o enfrentamento ao novo coronavírus. “Com essa iniciativa, valorizamos a produção científica no nosso Estado e iniciamos a produção do álcool em gel que, em breve, estará disponível para a rede estadual de educação ajudando na higienização e no combate à Covid-19”, ressaltou.

A pró-reitora de extensão da UFT, Maria Santana Pereira dos Santos, enalteceu a adesão do Governo do Estado para a execução da produção. “Neste momento de dificuldade coletiva, precisamos unir forças. A ciência na universidade tem um impacto social muito grande e é importante termos apoio de órgãos, como a Seduc nessa parceria, pois contribuímos juntos para o bem estar da sociedade, com o fazer cientifico baseado nas demandas da população”, finalizou.

Além da produção de álcool em gel, foram discutidas a implementação de cursos on-line, que deverão ser disponibilizados para estudantes da rede estadual, além de atendimentos na área da psicologia, caso haja demanda.

Ciência na Universidade

A produção de álcool em gel na UFT, assim como máscaras faciais, começou a ser desenvolvida há cerca de duas semanas nos três câmpus. Professores, técnicos e acadêmicos estão empenhados na produção desses materiais para a comunidade.

Recomende este conteúdo aos seus amigos nas redes sociais e acompanhe a Factual Tocantins no FacebookTwitter e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui